Caché

(Caché, 2005)
Itália/Alemanha/Áustria/França, 117 min, 35mm
Direção: Michael Haneke
Roteiro: Michael Haneke
Empresa Produtora: Wega Films, Bavaria Film e BIM Distribuzione
Distribuição: Califórnia (SP)
Procedência da cópia: Califórnia (SP)
Elenco: Daniel Auteuil, Juliette Binoche e Maurice Bénichou

Exibição em 35mm
Classificação indicativa:

George é o bem-sucedido apresentador de um programa de televisão sobre literatura, cuja amena rotina se vê perturbada pela irrupção de pacotes contendo vídeos de sua família, filmados em frente a sua casa e recebidos regularmente em sua caixa de correios. Estranhamente, ele não consegue ver que o está filmando e nem compreende o sentido das fitas. Essa situação se torna cada vez mais inquietante, sobretudo quando ele começa a receber violentos desenhos infantis juntos com os vídeos, que por sua vez se aproximam cada vez mais de seu espaço familiar. Sentindo-se ameaçado, finalmente Georg resolve recorrer à policia, mas a instituição não pode fazer nada devido à falta de provas concretas de que sua família se encontraria em risco. Sozinho, portanto, o protagonista procura desvendar o que se esconde por trás daquelas misteriosas imagens, despertando terríveis lembranças há muito tempo escondidas em sua memória. Caché é um filme enigmático, contundente e político. De um lado, aborda a violência das imagens como intrusas que permanentemente nos assediam na sociedade do espetáculo e da vigilância. De outro lado, neste filme, a presença do espectador e a evidência da imagem cinematográfica se transformam numa força espectral que aterroriza mais uma típica família burguesa acima de qualquer suspeita. Neste jogo metafílmico que oscila entre representação e realidade, um gesto que caracteriza grande parte da obra de Haneke, somos testemunhas oculares de uma injusta estratificação social e de seus efeitos traumáticos. Trata-se de uma complexa narrativa de paranóia, opressão e má consciência, na qual a segurança e a justiça são cúmplices violentadas pelo sofisticado terrorismo disparado pela câmera cinematográfica.



Trailer

< Funny Games US        Depois de Liverpool >